O Município: Histórico | Localização | Hospedagem | Gastronomia | Pontos Turísticos | Legislação
 

Santa Izabel do Pará, 78 anos de vida desta "jovem senhora" Cidade que contrariando a lógica, não envelhece, rejuvenesce a cada ano. (PARTE 02)

Falta menos de 1 (um) dias para o aniversário de Santa Izabel do Pará. São 78 anos de vida como município. A partir de hoje contaremos a trajetória deste pedacinho da Amazônia que já foi caminho dos índios Tupinambás, acolheu escravos africanos, imigrantes nordestinos, europeus, asiáticos e hoje continua a escrever sua história, vencendo os desafios de seu tempo, para receber os benefícios da modernidade sem perder seus encantos.

Hoje continuaremos a contar mais um pedacinho da história desta “jovem senhora” Cidade que contrariando a lógica, não envelhece, rejuvenesce a cada ano.

       História dos Prefeitos (Continuação)

ADMINISTRAÇÃO NESTOR HERCULAO FERREIRA
1967 a 1970

NESTOR HERCULANO FERREIRA, paraense, nasceu em Belém do Pará, no dia25 de setembro de 1906, filho de Quirino Marciano Ferreirae Maria José Rodrigues Ferreira, casado em 1ª núpcias com a Senhora Rosaltina Ferreira, com quem teve seis filhos; Mildred, Ilma, Lenilde, Eladir, Rosalina e Valdir, em 2ª núpcias com a Senhora Maria Elza PatrocaFerreira, e em 3ª e última núpcias com a Senhora Maria de Nazaré doNascimentoFerreira, foi viúvo da 1ª e 2ª esposa e separado da 3ª esposa, ainda jovem mudou-se para o Estado do Maranhão em companhia de seus pais, lá estudou e trabalhou em diversas empresas, retornando para Belém exerceu várias funções, até vir para Santa Izabel do Pará, aqui chegando, começou suas atividades profissionais, como; Recenseador em 1940, Professor da Escola Noturna Carlos Nascimento da Prefeitura Municipal, Fiscal – Arrecadador de Serviço de Luz e Força, Amanuense (Escrevente funcionário), Agente de Estatística Municipal, Tesoureiro, Prefeito Municipal, Secretário de Administração.

Na Câmara Municipal, exerceu os cargos de Datilógrafo, Diretor e Secretário Geral, retornando a Prefeitura Municipal exerceu cargo de Arquivista e Pesquisador, pois foi a ele, a quem coube a missão de dar continuidade nos trabalhos de pesquisas sobre a História denossoMunicípio, tendo em vista que o Senhor Pergentino Tavares de Moura o Historiador do Município, veio a falecer antes da conclusão de sua obra. Nestor deu continuidade nos trabalhos de pesquisas e no dia 7 de janeiro de 1984, justamente quando o Município completava meio século de emancipação, ele entregava o primeiro e único volume até agora da História do Município de Santa Izabel do Pará à sociedade isabelense. Quando se preparava para lançar o segundo volume referente à mesma história veio a falecer, sem que até agora, tenha surgido alguém com disposição de dar continuidade a esse árduo trabalho.

Como Prefeito Municipal, tomou posse no dia 31 de janeiro de 1967 exercendo seu mandato dentro daquilo que a lei lhe permitia até 31 de janeiro do ano de 1971. Sendo seu Vice o Senhor Elizeu Furtado de Lima que na época respondia também pela função de Presidente da Câmara Municipal.

Suas principais atividades como Gestor Municipal foram:

Deu continuidade nos trabalhos de construção do prédio da Prefeitura, iniciado pelo seu antecessor Raimundo Possidônio de Lacerda Filho, adquiriu para o Município, o prédio da Firma Sobral e deu início as reformas para a transferência do atual Mercado Público Municipal no ano de 1970, sendo concluído na Administração de Alderico Queiroz de Miranda em 1973, construiu a Escola da Parada Bahia no Km 60, na Vila de Americano denominada de Francisco Raimundo de Oliveira, construiu a Escola da Comunidade de Areia Branca, denominada de Felipe Ferreira de Paula e ainda construiu pontes em diversas artérias tanto na sede como na zona rural, abriu ruas como a Avenida João Coelho, Noé de Carvalho que ia da Avenida Pedro Constantino até a Avenida 7 de Janeiro (conforme seu projeto), deu continuidade nas obras de abertura da rodovia que vai até a Comunidade de Maravilha, obra esta, iniciada na Administração do Prefeito Lacerda, ainda em sua Administração, foi construído um novo prédio da Delegacia de Polícia, onde hoje é uma  Seccional e atende vários Municípios da Região. Implantou o serviço Telefônico – Cotelpa, Depois TELEMAR, através da Lei nº 05/70, assinou convênio para implantação do Escritório da Acar-Pará, nesta Cidade, atualmente EMATER, apoiou a organização dos agricultores para a formação do Sindicato dos Trabalhadores Rurais, foi em sua administração que foi implantado o fornecimento de energia elétrica permanente para este Município e para a Vila de Americano, de responsabilidade da extinta Centrais Elétrica do Pará - CELPA, através da Lei nº 13/69 – criou o cargo de Protocolistada Prefeitura Municipal, através da Lei nº 17/69 – Doou terreno para a construção da Igreja de São Raimundo Nonato no Bairro São Raimundo nesta cidade, através da Lei nº 25/68 de 02 de dezembro de 1968 - torna feriado Municipal o dia 7 de janeiro, data de instalaçãodo Município, criou a Bandeira do Município, fixa o Salário Municipal seguindo as mesmas normas do Salário Mínimoválido em todo pais, para que o mesmo fosse cumprido neste Município, e tanto outros benefícios que contribuiriam para o desenvolvimento desta terra.

Em reconhecimento por tudo que fez por este município, existe uma rua e uma escola com seu nome nesta cidade.

ADMINISTRAÇÃO RAIMUNDO NEGRÃO FILHO
1971 a 1972

RAIMUNDO NEGRÃO FILHO, natural da cidade de Maracanã – Pará, filho de Raimundo Santa Rosa Negrão eEnevana dos Santos Negrão, nasceu em 06 de outubro de 1930, casado com a Senhora Maria de Jesus Oliveira Negrão, professora estadual aposentada, com quem teve onze filhos, sendo dois falecidos e nove vivos, é aposentado pelo extinto Departamento da Estrada de Rodagem - DER hoje SETRAN, onde desempenhou suas funções, entrou para o campo político concorrendo o cargo de Vereador no período de 31 de janeiro de 1967a 31 de janeiro de 1971, no ano de 1970 foi convidado para concorrer o cargo de Prefeito, pelo extinto Partido PDS, onde foi eleito para o biênio 1971/1972, (denominado de mandato tampão), sendo empossado no dia 31 de janeiro de 1971 até 31 de janeiro de 1973. Sendo seu Vice o Senhor Renato Santana Correa.

Principais obras: Denominou o Km 05 da Rodovia Santa Izabel-Vigia de “Vista Alegre “denominou o Cemitério da Vila de Americano de “Campo daSaudade” Consagra o Município de Santa Izabel do Pará ao “Sagrado Coração de Cristo Rei” denomina a Escola de Areia Branca de “Felipe Ferreira de Paula”, através da Lei nº – 28/72 – autoriza doação de imóvel ao Monsenhor Giovanni Brocardo, então Pároco desta Paróquia,hoje residência da Senhora Margarita mais conhecida por Chilena, localizada na Avenida Antônio Lemos com a Rua João Casanova nesta cidade,denominou uma Escola em Americano (ramal que dá acesso ao povoado de Ferreira Pena) de “Mestre Cícero Cavalcante” denominou a Escola do Km 10 da Rodovia Santa Izabel-Vigia de “Dr. Vitor Paz”edenominoua Escola da Comunidade Vista Alegre (Km 05 – Estrada Santa Izabel-Vigia) de “D. Helena Paz”, em parceria com o Governo do Estado, foi construída a Escola Estadual de 1º Grau Profª. “Doracy Leal”, sendo considerada a obra mais importante de sua Administração. Era Governador do Estado na época o Dr. Fernando José Leão Guilhon.

Foi em sua administração, ou seja, em 1972, quando o Brasil completou 150 anos de independências, o “Sesquicentenário da independência”, que resultou em música transformada para hino do Sesquicentenário interpretado pelo cantor Miltinho, foi então quando o país passou a comemorar a Semana da Pátria, e não mais só um dia como era antes. Foi também durante a sua Administração que passou por esta cidade, o evento cívico e ao mesmo instante desportivo denominado de “Fogo Simbólico”, era uma tocha de fogo que depois de ter toda uma solenidade cívica com a participação de autoridades locais, demais autoridades estaduais e convidados, a comitiva que era composta por jovens de ambos os sexos, em ritmo de corrida transportava a referida tocha de seu Município a outro Município, por exemplo, a juventude izabelense saiu deste Município até ao Município de Castanhal, quando foram recebidos por Autoridades daquele Município o que continuou por vários municípios brasileiros, pois objetivo do evento era percorrer todo o Território Nacional.

Por todo um trabalho prestado a este Município, não existe nenhum próprio municipal ou via pública com seu nome como reconhecimento pelo que fez em prol deste Município.

PRIMEIRA ADMINISTRAÇÃO ALDERICO QUEIRÓZ DE MIRANDA

ALDERICO QUEIROZ DE MIRANDA, nascido nesta cidade de Santa Izabel do Pará, no dia 1º de abril de 1939, filho de José Queiroz de Miranda e Amélia da ConceiçãoMiranda, funcionário público federal da extinta Estrada de Ferro de Bragança, iniciando como Telegrafista chegando a Chefe de Estação, nos Correios assumiu o cargo de Rádio Telegrafista, depois Chefe de Turma, entrou para a política a convite de Militantes do então MDB (Movimento Democrático Brasileiro), concorrendo o cargo de Prefeito Municipal, o qual foi eleito para o quatriênio de 1973 a 1976.

Suas principais atividades:

Através de Lei nº 32/73 - criou a Secretaria Municipal de Educação e nomeou para Secretário o Professor Antônio Romão de Assis, (foi o primeiro a assumir o posto maior na educação do município, mais tarde Prefeito Municipal), a mesma ficou funcionando nas dependências da Prefeitura Municipal, Criou e inaugurou a Biblioteca Pública Municipal, ficando a mesma funcionando onde hoje funciona o Arquivo Público Municipal, sendo o orador oficial da solenidade, o Senhor Luiz Amâncio, mais conhecido por Lulu Amâncio, que frisou da importância de uma Biblioteca em um município, criou o Departamento de Assistência Social, hoje SEMTEPS, funcionando de início também nas dependências do prédio da Prefeitura Municipal, concluiu as obras de instalação do Mercado Municipal iniciada na gestão do senhor Nestor Herculano Ferreira, denominou váriasescolas em diversas comunidades, como Capitão José Ferreira – Comunidade Feijoal, Hermógenes de Souza – Comunidade Lago, Manoel Ohashi – Comunidade Mocambo, em homenagem a um dos primeiros japoneses a chegarem neste Município, Nossa Senhora Da Conceição – Comunidade Conceição do Itá, Nossa  Senhora Do Carmo – Vila do Carmo, Luiza Moura – Comunidade Ramal do Clóvis, Cecília dos Prazeres – Comunidade Quinta Velha, construiu e inaugurou a Escola Municipal Prefeito Joaquim Silva – Santa Lúcia, (localizada antes, na margem da PA-140, em frente a Empresa Pindaré), hoje localizada no Conjunto Raimundo Cezar Gaspar – Bairro de Santa Lúcia, Lei nº 140/73 – cria gratificação especial para cargo de chefe, construiu e inaugurou a Escola Municipal São Raimundo, no Bairro São Raimundo, Lei nº 01/76 – doa terreno para construção da Agência Estadual da Fazenda, Lei nº 02/76 – doa terreno para o Jurunas Esporte Clube, Lei nº 18/76 – Doa terreno a Igreja Assembleia de Deus para construção de Igreja no bairro Nova Divinéia, construiu e inaugurou a Praça no lugar do antigo Mercado Municipal, denominada de “Praça da Bandeira” no centro da cidade ainda em sua gestão foi criado o Dia da Raça em nosso Município, sendo que nesse dia desfilavam as escolas de menores portescomo também da zona rural, ficando para o Dia 7 os estabelecimentos de ensino de maiores portes da cidade e o desfile oficial dasescolas na Vila de Americanoe ainda outros benefícios que vieram sem dúvida alguma, contribuir para o desenvolvimento de nosso Município.

Considerando como obras de maior importancia em toda sua administração, as ruas que foram calçadas, a construção do CAIC (Escola Irmã Albertina Leitão) nesta cidade e as Escolas Agrícolas Maurício Machado em Conceição do Itá e João Posidônio em Pupunhateua.

ADMINISTRAÇÃO ANTÔNIO ROMÃO
1977 a 1981

ANTÔNIO ROMÃO DE ASSIS, filho de Francisco Romão de Assis e Maria Pinheiro de Assis, nasceu nesta cidade de Santa Izabel do Pará, aos 23 dias do mês de maio de 1942, casado com a Senhora Josilene de Jesus Conde de Assis, maranhense, professora, com quem teve três filhos, sendo duas filhas e um filho, cursou pedagogia, no Colégio Estadual Antônio, no período de 69 a 71, sendo o primeiro aluno do sexo masculino a estudar neste estabelecimento de ensino, antes de assumir o cargo de Prefeito deste Município, exerceu as seguintes funções I - Diretor de Expediente da Câmara Municipal deste Município, II – Secretário Municipal de Administração, na gestão Raimundo Negrão Filho - III Secretário Municipal de Administração e posteriormente Secretário Municipal de Educação, sendo o primeiro Secretário de Educação deste Município, na gestão de Alderico Queiroz de Miranda, quando a mesma funcionava no prédio da Prefeitura, onde hoje funciona o Setor de Tributos, ainda ocupou os seguintes cargos - Foi professor no Ginásio Pe. Marcos Shawalder, de propriedade dos Professores Guilherme Mártires e Lucimar Corrêa Mártires, já extinto, sendo considerado por seus colegas e alunos como um dos melhores professores de português na época, foi Presidente do Clube Dramático e Beneficente Thállia, foi nomeado pelo Estado através de Decreto no período de 1971 a 1981, como Diretor da Escola Noturna José Amâncio, que funcionava nas dependências do Grupo Escolar “Sálvio Nascimento”, depois Diretor do Projeto Minerva, o curso ginasial em apenas quatorze meses, que veio para suprir a necessidades das pessoas que não tiveram oportunidades de cursar o ginásio normal. A convite do então Prefeito Alderico Miranda, concorreu o cargo de Prefeito deste Município nas Eleições de 15 de novembro de 1986, não conseguindo se eleger por motivos políticos, havendo uma segunda eleição apenas em algumas secções eleitorais o que se chamou de Suplementar, saindo vencedor, assumiu a Prefeitura no dia 1º de fevereiro de 1977,  até 31 de janeiro de 1981, sendo seu Vice o Senhor Itamar Fernandes Ribeiro.

Trabalhos realizados em sua Administração: Criou o Departamento de Obras e Urbanismo, através da Lei nº 51/77 - criou o Corpo da Guarda Municipal, cujo objetivo era dar maior segurança ao Patrimônio Publico Municipal, estabeleceu limites da áreas urbanas nos Distritos de Caraparu e Americano, a pedido de seu Secretário de Administração Nestor Herculano Ferreira, denominou o Cemitério Público desta Cidade de “Nossa Senhora das Dores”, denominou a Passagem Jurunas, localizada no mesmo bairro entre a Rua Capitão José Ferreira e Avenida Dr. Lauro Sodré de Rua “Darlindo Correa de Oliveira”, construiu a Praça do Expedicionário ao lado da Igreja Matriz, construiu uma Praça de Esporte também localizada ao lado da Igreja Matriz, denominada de “Orlando Brito”, já extinta, construiu 13 (treze) escolas municipais, distribuídas em diversas comunidades; como Cupuaçu, Americano e a do bairro do Triângulo, esta denominada de Pergentino Moura, em homenagem ao Historiador do Município, asfaltou as principais ruas e avenidas do centro da cidade, construiu diversas galerias pluviais na cidade, sancionou uma lei que isentava do Imposto Territorial e Predial Urbano os funcionários públicos municipais que possuíssem um único imóvel, Lei nº 66/77 – denomina a Escola do Km 10 antes Dr. Vitor Paz, de Profº Guilherme Mártires, Lei nº 132/78 – denomina de Pedro Sodré da Silva a Escola Municipal de Maravilha, Lei nº 30/78 – proíbe cobrança de taxas em estabelecimentos de ensino público municipais, Lei nº 30ª/78 – proíbe uso de som com projetor, Lei nº 120/78 – estabelece normas para pagamento de salário família, adquiriu para o Município máquina, caçamba basculante e veículo pequeno, aquisição de uma área de terra pertencente aos herdeiros de Noé Pinto para a formação do Bairro do Triângulo nesta cidade, realização do cadastro imobiliário urbano com o Projeto CIATA, para fins de melhorar a arrecadação do Município, construiu Praça no Distrito de Americano, implantou o Serviço de Força e luz na Vila do Carmo, Lei nº 96/80 - desapropriou terreno para construção do prédio da SESPA, Lei nº 94/80 – doou terreno ao Flamengo Esporte C15lube da Vila de Americano, Lei nº 181/79, denominou o Cemitério Público da Vila de Americano de Campo da Saudade”, reforma da Escola José Amânciopertencente ao Clube Thállia, para funcionamento da Secretaria Municipal de Educação – SEMED. Foi em sua Administração que veio para Santa Izabel do Pará, o Banco Econômico S/A, a primeira Agência Bancária a ser instalada nesta cidade, depois veio outros Bancos como: Caixa Econômica, Banco do Brasil S/Ae Bradesco, permanecendo até hoje, somente as Agências do Bradesco, Banco do Brasil e o BANPARÁ que chegou nesta cidadena administração Edilson Abreu e ainda outros melhoramentos que deram uma melhor visão panorâmica a nossa cidade.

Tendo como maior desafio de sua administração, a regularização do pagamento do funcionalismo, pois o mesmo encontrava-se atrasado 06 (seis) meses, conseguiu atualizá-lo e pagar “em dias” até sua saída da Prefeitura.

Considerando como obra de maior destaque de sua administração, o serviço de ampliação da Rede de Abastecimento de Água: de 3.500m para 11.500m de extensão de Rede (Tubulação) no valor de Cr$ 4 milhões de cruzeiros na época.

De acordo com que determina as normas do TSE – Tribunal Superior Eleitoral, os mandatos de cargos eletivos isto é, daqueles que são eleitos pela vontade livre do povo, tem a duração de quatro anos e por lei o mandato do Prefeito Antônio Romão de Assis e Vice Itamar Fernandes Ribeiro, terminaria no dia 31 de janeiro de 1981, mas por questões políticas os mandatos dos Prefeitos, Vices e Vereadores em todo país foram prorrogados por mais dois anos, ou seja, terminando em 31 de janeiro de 1983, então o Senhor Antônio Romão de Assis, decidiu não mais continuar no cargo, renunciando a prorrogação e transferindo-o para o seu Vice, Senhor Itamar Fernandes Ribeiro, que assumiu na condição de Prefeito deste Município no dia 05 de agosto de 1982 até 31 de janeiro de 1983.

ADMINISTRAÇÃO ITAMAR FERNANDES RIBEIRO
1982 a 1983

ITAMAR FERNANDES RIBEIRO: Paraense, nascido na Vila de Americano neste Município de Santa Izabel do Pará, aos 27 dias do mês de julho de 1939, filho de Luiz Fernandes Ribeiro e Francisca Pires Fernandes, casado com a Senhora Maria Auxiliadora Moraes Ribeiro, com quem teve quatro filhos, sendo trêshomens e uma mulher, foi agricultor, desempenhando suas atividades no Distrito de Americano neste Município, a convite do Senhor Alderico Queiroz de Miranda entrou novamente para a política, pois antes, na Administração Nestor Herculano Ferreira, assumiu o cargo de Vereador, uma vez aceito o convite, concorreu o cargo de Vice do Candidato Antônio Romão, o qual foi eleito para o quatriênio de 1977 a 1981 conforme já foi citado anteriormente.

Terminado o prazo legal, o Senhor Antônio Romão, não querendo mais continuar no cargo de Prefeito, transferiu-o para o Senhor Itamar que assumiu no dia 05 de agosto de 1982 definitivamente, haja vista, que ao longo dos quatro anos por diversas vezes assumiu o cargo de prefeito em consequência do estado de saúde do atual Prefeito.

Como Prefeito, descrevemos suas principais atividades:

Reforma melhoria e expansão da rede pública escolar municipal, inclusive com abertura de novas escolas e contratação de profissionais no sentido de atender cada vez melhor a população local, em colaboração com o SENAR (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), cujo objetivo era melhorar a aprendizagem dos técnicos rurais, oferecendo melhores condições para a fixação do homem no seu local de trabalho, melhoria do índice e qualidade de profissionalização dos professores municipais sem habilitação, através de convênios assinados com a Universidade Federal do Pará – Núcleo Universitário de Castanhal, oferecendo oportunidade para os profissionais da área de educação para que pudessem melhorar seus conhecimentos e atingir melhor qualificação profissional e assim viessem a oferecer à população escolar deste Município, um ensino mais eficiente e da melhor qualidade. Adquiriu para o Patrimônio Municipal uma área de terra para construção do Mercado Municipal da Vila de Americano, deu início ao processo de desapropriação e indenização da área pertencente ao Então Deputado Estadual Dr. Victor Hilário da Paz para construção do prédio da Secretaria Municipal de Educação, desapropriou área destinada à construção do Fórum, residência do Juiz e Promotor desta Comarca, aquisição de uma área destinada à construção do novo Matadouro desta Cidade, aquisição do loteamento de uma área conhecida por FLORESTAL destinando-se a expansão e ampliação da rede urbana habitacional, procurou manter o pagamento de funcionários e fornecedores em dias e a realização de tantos outros benefícios que vieram contribuir para o engrandecimento desta terra, ao final de seu mandato ainda deixou nos cofres públicos o valor de Cr$ 4.000.000,00 em moeda corrente, tudo isto em apenas seis meses de trabalho praticamente.

Outros Cargos e Funções que assumiu em sua vida pública:

- Vereador de 1967 a 1971
- Vice Prefeito de 1977 a 1981
- Prefeito Municipal de 1982 a 1983
- Vereador de 1988 a 1992
- Presidente da Câmara Municipal de Santa Izabel do Pará de 1988 a 1990
- Secretário de Terras e Obras de 1982 a 1988
- Secretário de Agricultura de 1986 a 1988
- Delegado do ITERPA neste Município por 10 anos
- Presidente fundador do Centro Comunitário e Apoio ao Pequeno produtor de Santa Izabel do Pará
- Presidente da Comissão Municipal do extinto MOBRAL – Movimento Brasileiro de Alfabetização
- Presidente da Junta do Serviço Militar deste Município

Títulos de Honra ao Méritos e Certificados

- Título da Ordem do Mérito Grão Pará, grau de oficial – Decreto nº 2697 de 07/03/83
Outorgado pelo Governo do Estado.
- Diploma “Comando Militar da Amazônia 8ª Região Militar”
Outorgado pelo Comando Militar da Amazônia, no dia 16/12/82.
- Diploma “Consagração Pública Nacional” personalidade expoente brasileira
Outorgado pelo Correio do Recife, em 22/04/84.
- Título “Honra ao Mérito de Santa Izabel do Pará”
Outorgada pela Câmara Municipal de Santa Izabel do Pará, em 10/12/89.
- Título de “Honra ao Mérito” Cinquentenário de Instalação de Santa Izabel do Pará
Outorgada pela Prefeitura Municipal de Santa Izabel do Pará.
- Título “Honra ao Trabalhador”
Outorgada pela EMATER-PA, em 25/07/87.
- Certificado do Núcleo de Treinamento do ITERPA
Concedido pelo Governo do Estado em 17/03/88.
- Certificado da Secretaria de Estado de Saúde Pública – SESPA
Concedido pela Secretaria de Estado de Saúde Pública – SESPA.
- Certificado de Simpósio da Constituinte Estadual
Concedida pela Assembleia Legislativa do Estado, em 03/07/89.
- Certificado do Seminário dos Municípios do Estado do Pará para Pro-Lei Orgânica
Concedido pelo Governo do Estado, em 02/09/89.

SEGUNDA ADMINISTRAÇÃO ALDERICO MIRANDA

A segunda Administração ALDERICO QUEIROZ DE MIRANDA, teve início em 31 de janeiro de 1983 e se expandiu até 31 de janeiro de 1989, sendo seu Vice o SenhorJoséMarquesGonçalves, mais conhecido por “Zé Dentista”, devido a sua profissão.

Principais atividades:

Concluiu os trabalhos de construção da Secretaria Municipal de Educação – SEMEDE, obra iniciada, pelo seu antecessor Itamar Fernandes Ribeiro, que teve sua inauguração no dia 7 de janeiro de 1984, ano em que o Município completava o seu cinquentenário de emancipação, na oportunidade foi lançado o livro intitulado “História do Município de Santa Izabel do Pará”, obra iniciada por PergentinoTavares de Moura, e concluída por Nestor Herculano Ferreira, ficando conhecido como Pesquisador do Município, nessa oportunidade foi realizada a I Feira do Município, sendo a mesma realizada na Praça da Matriz, hoje Monsenhor Giovanni Brocardo, tendo a duração de três dias, com a participação de produtores rurais, expondo seus produtos como também vindos de outros municípios e de nossa Capital, contando ainda com shows de diversas bandas de Belém do Pará, encerrando com a exibição das garotas da Escola de Samba “Quem São Eles” do Bairro do Jurunas de Belém, construção da Feira do Produtor Rural, inaugurada em 25 de julho de 1985, dia do Produtor Rural, cujo objetivo era fazer com que o produto consumido pela população da cidade, viesse diretamente do produtor sem a interferência de atravessadores, com isso diminuindo o preço aos consumidores, construção da Escola Municipal Marilete Ferreira da Silva, inaugurada em 7 de março de 1987, convênio PREFEITURA/MEC, localizada no Bairro Novo nesta cidade, aquisição de uma máquina no valor de Cr$ 12.000.00 para apoio ao pequeno produtor, criou através da Lei nº 123/86 a Sala de Leitura denominada de José Antônio Cavalcante na Vila de Americano, através da Lei 124/86 – Criou a Secretaria Municipal de Agricultura, Lei nº 146 – Doa uma área de terra  para construção do novo prédio da F.SESP Lei nº 60/83 - estabelece normas para aquisição de terrenos no Cemitério Nossa Senhora das Dores, de, no máximo, 01:m de largura por 02:m de comprimento, Lei nº 156/83 – Isenta pagamento Sobre Serviço - ISS ao Atlético Clube Izabelense, Lei nº 162/83 – Cria a Banda de Música 7 de Janeiro, como homenagem a data de emancipação do Município , Lei nº 186/83 – denomina o Bairro da Piçarreira de Santa Rita de Cássia e demais obras que trouxeram melhoramentos para facilitar o dia-a-dia de seus munícipes.

PRIMEIRA ADMINISTRAÇÃO EDILSON ABREU

EDILSON PAIVA DE ABREU, brasileiro, maranhense, filho de Antenor Freitasde Abreu e de Dona Maria de Jesus Paiva de Abreu, casado com a Sra. Maria Eugênia Nogueira de Abreu, com quem teve três filhas e um filho adotivo, formado em clínico geral, vindo para Santa Izabel do Pará, com o apoio de autoridades e da população, conseguiu um terreno na Avenida Dr, João Casanova e lá instalou a CLÍNICA SANTA IZABEL, mais tarde com um pouco mais de esforço e boa vontade conseguiu reformar o prédio de sua Clínica e instalou o HOSPITAL E MATERNIDADE SANTA IZABEL, que por sinal, já foi referência em todo Estado do Pará, em 1982, a convite do PDS, entrou para a política candidatando-se para Prefeito, perdendo para o Senhor Alderico, mais tarde assumiu a presidência do Atlético Clube Izabelense – ACI, reformou o Estádio de futebol, colocou iluminação a ponto de disputar qualquer partida noturna, instalou cabine para transmissão de jogos, através de emissora de rádio, denominou o referido estádio de futebol de “Estádio Edilson Abreu - “O ABREUZÃO”, como ficou conhecido no cenário esportivo Estadual, inscreveu o clube no Campeonato Estadual, levando o nosso tão querido Izabelense ao título de Vice Campeão Estadual, no ano de 1980, depois disso tudo, somente no ano de 1988, a convite do então Prefeito Alderico, Edilson Abreu, resolve entrar novamente para a política, sendo eleito pela vontade livre do povo e no dia 31 de janeiro de 1989 assumiu a Prefeitura deste Município por quatro anos indo até 31 de janeiro de 1993. Seu Vice foi o Senhor IraçuBrasildaCunha, que por diversas vezes assumiu o comando da Prefeitura. Suas atividades como Prefeito; desapropriou uma parte do terreno que pertencia ao Colégio Estadual Antônio Lemos e doou ao Governo do Estado para construção do Ginásio de Esporte Manoel Silva, em homenagem a um grande desportista, um dos fundadores do Atlético Clube Isabelense, através da Lei nº 02/89, criou a Coordenação da Ação Social, criou a Secretaria Municipal de Saúde e o cargo de Secretário através da Lei nº 03/89, concedeu através da Lei nº 160/89 uma área de terra para construção de uma creche da Fundação Legião Brasileira de Assistência – F.L.B.A no Km 01 da Rodovia PA-140 Santa Izabel – Bujaru, (Bairro de Santa Lúcia) nesta Cidade, Lei nº 25/92 – cria e regulariza o Arquivo Público Municipal, considera de Utilidade Pública a Igreja Evangélica Assembleia de Deus, através da Lei nº 126/89, levou luz da CELPA, para a Vila de Tacajós, eliminando de uma vez por toda o problema de luz elétrica para os moradores daquela Vila e demais comunidades rurais, através da Lei nº 117/89, doou uma área de terra no centro da cidade para construção da Agência do Banco do Estado do Pará, hoje denominado de BANPARÁ, cuja solenidade de inauguração aconteceu em março de 1990, e contou com a presença do Governador do Estado do Pará, Dr. Hélio da Mota Gueiros, do Presidente da Instituição, Dr. Aluísio Augusto Lopes Chaves, do Monsenhor Giovanni Brocardo Pároco desta Paróquia na época, a quem coube a responsabilidade de celebrar a cerimônia religiosade instalação dessa instituição bancária. Contou ainda com a presença do Senhor Prefeito Municipal, Secretariados, autoridades, e o povo em geral, reformou a Creche Santa Izabel localizada nas dependências do Centro dos Idosos em maio de 1998, criou o CI (Centro dos Idosos) sendo inaugurado em 03 de março de 1989, criou a través da Lei nº 178/89, o novo Brasão de Armas Municipal, cujo autor foi um izabelense,- o Senhor José Luiz de Moura Pereira, atualmente residindo em Brasília, doou terreno para construção do Posto do INSS nesta cidade o que ainda não aconteceu, doou através da Lei nº 718/90, uma área de terra as margens da Rodovia PA-140, no sentido Santa Izabel-Bujaru a Empresa ENGECASA, para construção de 290 imóveis, denominado de Conjunto Residencial Raimundo César Gaspar através da Lei nº 800/90, modifica o nome da Secretaria Municipal de Educação para Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Desporto, Turismo e Lazer, durante sua Administração sempre no mês de setembro era costume seupromover a Feira do Município, com a participação das comunidades, ocasião em que era exposto ao público, os produtos que se produzia para consumo da população deste Município, além destes produtos, a referida feira recebia empresários de outros Municípios e de nossa Capital, com stands de diversos produtos o que atraiam não só gente do Município, como de outros Municípios paraenses, e também de Belém e para completar ainda mais o cenário folclórico, vinha também diversas atrações, como corrida de Carter uma espécie de corrida de mini carros, ultraleves, rodeios, vindos de outros estados brasileiros e participação de Bandas, conjuntos de carimbo, shows de calouros em fim, era realmente uma grande festa que a Prefeitura realizava todos os anos e que tinha a duração de quatro dias ou seja, começando sempre na quinta-feira e se estendia  até ao domingo, esses eventos era realizados em frente ao Ginásio de Esporte Manoel Silva.

TERCEIRA ADMINISTRAÇÃO ALDERICO QUEIROZ DE MIRANDA Período de 01 de janeiro de 1993 a 31 de dezembro de 1996.

Principais atividades:

Lei nº 01/93 – Cria cargos de Assessor junto ao Gabinete do Prefeito, Lei nº 65/93 - doou a CELPA – Centrais elétricas do Pará, área de terra para construção do Escritório local, Lei nº 82/93 – doou área de terra para Associação dos Estudantes deste Município, Lei nº 22/95 - denomina de David Chicó de Amorim a Escola Municipal do Conjunto Residencial Edilson Abreu II, Lei nº 48/95 – denomina de Nova Santa Lúcia, uma área desmembrada da porção maior do Bairro de Santa Lúcia, Lei nº 64/95 – Doou ao Governo do Estado uma área de terra para construção de uma Escola de 1º Grau, localizada na Rua Maria Eugênia Abreu no Conjunto Residencial Edilson Abreu, Lei nº 35/96 – denomina de Bairro Novo Horizonte, a área de terra conhecida de “Agreste” nesta cidade, Lei nº 36/96 – denomina de Bairro Jardim das Acácias a área denominada de “Invasão das Acácias” nesta cidade, Lei nº 47/96 – criou o Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural – C.M.D.R, Lei nº 32/96 – denomina de Amélia Miranda a rua conhecida por Encarnacion Granada, no Loteamento particular “Jardim Nova Brasília” nesta cidade, Lei nº 115/96 – denomina de João Possidônio Alves de Faro, a Escola Agrícolas de Pupunhateua neste Município, construiu em convênio com o MEC, a Escola Municipal “Nestor Herculano Ferreira”,  inaugurada no dia 07 de janeiro de 1995, localizada no bairro Novo Horizonte  nestas Cidade, em parceria com o MEC foi construído no bairro de Santa Lúcia nesta cidade, a Escola Irmã Albertina Leitão – CAIC, com o objetivo de proporcionarensino de melhor qualidade e qualificação profissional não só a população local como de outros Municípios, reforma e ampliação da Feira do Produtor Rural, reinaugurado em 26 de julho de 1995.

O AD, como é conhecido em nosso meio, surgiu de repente no cenário político desta terra, antes, como funcionário público federal que sempre foi, dizem seus colegas da época, foi um dos melhores rádio-telegrafista que com sua simplicidade conquistou a simpatia de seus colegas, como desportista foi um excelente jogadorde futebol ajudando a Agremiação Atlético Clube Izabelense – ACI na conquista de muitas vitóriasdando com isto muita alegria aos simpatizantes deste tão popular esporte de nossa terra. Sempre foi uma pessoa simples, pacato procurando cumprir com seus deveres de cidadão que sempre foi.

Como político procurou defender os direitos constitucionais do Município dandoaseus munícipes melhores condições de vida. Foi o político que já esteve por mais tempo a frente dos destinos desta terra, foram quatorze anos como Prefeito e vinte e três como líder político.

Hoje, oAlderico Queiroz de Miranda – o AD, já abatido não só pelo tempo, mas, sobretudo com a saúde abalada que ultimamente vem impossibilitando sua presença com maior frequência em nosso meio, já não é aquele homemde destaque e tão badalado no meio político que o conhecemos outrora, a nova geração já não conhecem tão bem quanto nós o conhecemos, muitos ainda viram em um barzinho ao lado da Prefeitura, vendendo o seu cafezinho e sua sopa, mais teve que se ausentar por motivo de saúde. Hoje o AD vive ao lado de seu filho na Avenida Benjamin Constant ao lado do Quartel do 12º Batalhão da Polícia Militar sediada neste Município, com a mesma simplicidade de sempre, todavia, ainda tem algo a repassar a quem deseja ingressar na vida pública.

SEGUNDA ADMINISTRAÇÃO EDILSON ABREU
Período de 01 de janeiro de 1997 a 31 de dezembro de 2000. Sendo seu Vice o Senhor Ovídio da Silva Lisboa.

Principais atividades:

Reformou o Ginásio de Esporte Manoel Silva e entronizou a imagem (estátua) de Santa Izabel na entrada da Cidade, em cerimônia que contou com a participação do Pe. Cláudio Barradas, então Pároco desta Paróquia na época, asfaltou a Rua Dr. José Mata Bacelar em toda sua extensão, asfaltou a Rua Ciro Brito até a Rua Valentim José Ferreira, incluindo a construção da ponte de concreto sobre o igarapé denominado de Santa Izabel, asfaltou a Rua Tibiriçá de Lemos, empiçarrou todo o Bairro Nova Divinéia, através da Lei nº 87/98 instituiu como disciplina na Rede Municipal de Ensino aula de música, construiu em convênio com o Ministério da Previdência Social nesta Cidade, o “Centro de Atendimento as Famílias Carentes”, denominado de José Tavares Pinheiro, o nosso tão conhecido Dezinho, numa justa homenagem a um dos comerciantes mais antigos de nossa cidade, o referido centro encontra-selocalizado na Rodovia PA-140, Km 03 esquina da Rua José Maria Lopes (Bairro de Santa Lúcia), tendo sido o mesmo inaugurado em 01 de maio de 1999, construiu em convênio com a SUDAM o Mercado de Peixe denominado de “AnísioPinto da Silva”, em uma pequena cerimônia, o mesmo foi inaugurado na manhã chuvosa do dia 7 de janeiro de 2000, quando o Município completava 66º anos de emancipação, além do Prefeito Edilson Abreu, e a primeira Dama do Município Dra. Maria Eugênia Nogueira de Abreu e Secretária da SEMTEPS, contou com as presenças dos demais Secretários, funcionários, convidados e a família do homenageado, que se encontrava presente, discursou em nome da família, o filho mais velho Anísio, mais conhecido por Anizinho, que enalteceu a figura de seu pai, quanto cidadão, como profissional e também como homem público, sempre a serviço do bem está da sociedade izabelense, encerrando suas palavras agradeceu em nome de toda a família o Poder Executivo através do Prefeito e demais autoridades presentes ao evento, pela lembrança em perpetuar a figura de seu genitor através de uma obra dessa natureza, que com certeza entraria para a posteridade servindo a população desta terra, esta foi uma justa homenagem a um ex-vereador deste Município que exerceu seu mandatono período de 31 de Janeiro de 1973 a 31 de janeiro de 1977, através de Lei nº 66/97 - revoga Lei nº 120/78 – Estabelece normas de pagamento de salário família por conta da Prefeitura, distribuiu vários títulos de terras aos moradores dos Bairros Sagrada Família, Jardim das Acácias e da Comunidade de Cupuaçu neste Município. Em todas as Secretarias como Saúde, Educação, Agricultura, Meio ambiente, Cultura, Obras e Assistência social, deixou a marca do seu trabalho, de uma Administração voltada exclusivamente à classe menos favorecida.

Edilson Abreu ainda se candidatou para os cargos de Prefeito para o quatriênio 2001 a 2004, perdendo para o seu adversário Antônio Simão, foi tambémVice do Dr. Gilberto Pessoa nas eleições de 2004 a 2008 perdendo dessa vez para o Candidato MarióKató. Dessa forma encerrou sua vida pública como político neste Município de Santa Izabel do Pará, retomando suas atividades profissionais como medico e proprietário do Hospital e Maternidade Santa Izabel.

ADMINISDTRAÇÃO ANTONIO SIMÃO
01 DE JANEIRO DE 2001 a 31 DE DEZEMBRO DE 2004

ANTÔNIO MARTIS SIMÃO, Português, naturalizado brasileiro, filho de Antônio Simão e Dona Maria do Céu, casado com a senhora Zila Leal Ferreira com quem teve uma filha, veio para o Brasil com a idade de 12 anos para trabalhar nas empresas de seu tio, concluir o 2º Grau no Colégio Estadual Paes de Carvalho em Belém do Pará, com o dinheiro que ganhava com o seu trabalho, economizou o máximo até ao ponto de comprar um fusquinha o qual colocou na Praça de Belém, economizou mais ainda, e juntamente com o seu primo SenhorManoel Lourenço Alves adquiriram uma pequena fábrica de torrefação de caféque já existia neste Municípioa qual denominaram de “Café Nazaré”, aos pouco foram melhorando a fábrica até o ponto do Senhor Antônio Simão montaruma outra fábrica sozinho, denominada de “Café Sagrada Família” e igualmente o Senhor Manoel Lourenço Alves, que também montou outra denominada de “Café Nossa Senhora de Fátima”, sendo considerados empresários bem sucedidos em Santa Izabel do Pará, fornecendo seus produtos não só a este Município como também, para outros municípios de nosso Estado.

A convite do Dr. Edison Abreu, Antônio Simão assumiu a presidência do Atlético Clube Izabelense, a partir daí o seu nome começou a ganhar espaço no cenário político deste Município, mais tarde, a convite do então Prefeito Alderico Miranda aceitou entrar para a política, concorrendo o cargo de Prefeito pelo Partido PSDB, o qual perdeu para o Dr. Edilson Paiva de Abreu, passado quatro anos, se candidatou novamente ao Cargo de Prefeito pelo mesmo Partido e conseguiu uma vitória extraordinária sobre o seu adversário Dr. Edilson, assumindo a Prefeitura pelo o período de 04 anos ou seja, de 01 de janeiro de 2001 à 31 de dezembro de 2004, sendo sua Vice a Dra. Marivone Domingues Moreno.

Principais atividades:

Com o apoio do Governo do Estado na época Almir Gabriel, asfaltou ruas e avenidas de nossa cidade, como; a Avenida Valentim José Ferreira, Avenida 7 de janeiro, a Rua Antônio Pontes, mais conhecida como Rua da lama, por sinal foi em sua administração que pela primeiras vez a referida rua ganhou um melhoramento dessa natureza, através da Lei nº 22/01 denomina a Casa da Amizade (antiga parada do Trem) de “Maria José de Oliveira”, através da Lei nº 23/01 – Criou o Fundo Municipal de Meio Ambiente (FMMA – Secretaria Municipal do Meio Ambiente), Lei nº 24/01 Criou o Conselho Municipal de Meio Ambiente (COMDEMA), Lei nº 25/01, altera Lei nº 68/98 de 23/11/98 – Que Denominou de Secretaria Municipal de Assistência Social, para Secretaria Municipal de Trabalho e Promoção Social – SEMTEPS, Lei nº 27/01 Dispõe sobre a concessão obrigatória da Meia Passagem aos estudantes deste Município que estudam em Belém, Lei nº 29/01 Institui o Programa de Garantia de renda mínima vinculada a educação “Bolsa Escolar” e criou o Conselho de Controle Social, Lei nº 36/01 Criou o Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente, Lei nº 57/01 – concede Título de Aforamento a Escola Estadual “Marieta Emmi”, Lei nº 03/02 Dispõe sobre o Regimento verbas de Gabinete para os Vereadores da Câmara Municipal deste Município, foi também em sua administração que teve início o transporte de passageiros – Moto-Táxi, sendo um dos pioneiros nesse ramo, o Senhor Tiburtino, que esteve a frente dessa categoria por algum tempo.

Tendo como obra mais importante de sua Administração, o asfaltamento das principais ruas e avenidas desta cidade sem contar com assistência ao CI Centro dos Idosos, ao PETI e Projeto de cidadania. Tendo como um dos grandes desafios de sua Administração, o pagamento de dívidas de Prefeitos anteriores.

ADMINISTRAÇÃO MARIÓ KATÓ
Primeiro Mandato de 2005 a 2008

CARLOS MARIÓ DE BRITO KATÓ, filho de Carlos Kató, (já falecido), japonês, e de Dorene Brito Kató, nasceu nesta cidade de Santa Izabel do Pará no dia 29 de outubro de 1964, é Odontólogo e Professor Universitário, com uma carreira brilhante.

A convite do ex-Deputado Federal Jarder Barbalho, entrou para a vida pública concorrendo as eleições municipais de 2004 como candidato à Prefeito deste Município, sendo eleito para o quatriênio de 2005 a 2008, tendo como Vice, o cidadão Carlos Emídio Cancela.Como Gestor Municipal, priorizou o pagamento dos funcionários municipais.Ao entrar na Prefeitura, uma de suas primeiras ações foi reunir com os funcionários no pátio do palácio municipal Cap. Noé de Carvalho sede do governo municipal e, em seu pronunciamento disse que a partir daquele dia, os funcionários municipais teriam créditos junto ao comércio local, pois ele prometia pagar em dias seus vencimentos, mas em contrapartida, os mesmo tinham que trabalhar para mostrar trabalho em sua administração, porque tudo que ele tinha até aquele momento, foi através do trabalho, e que o pessoal de Santa Izabel do Paráem muita das vezes eram acomodados, pois o estudo e o trabalho promovem e dignificam o ser humano, disse ele.Trabalhos realizados:Realizou 5,5 Km de asfalto nas vias públicas distribuídas nas seguintes ruas, avenidas e travessas como; Rua José Mata Bacelar e parte da Rua Antônio Pontes, Rua Dr. Lauro Sodré no bairro do Jurunas, Rua Manoel de Souza Leal e Travessa Pe. Marcos Schawalder no Bairro NovaDivinéia, Travessa Santa Izabel, Rua Cap. Noé de Carvalho e Rua João Coelho no bairro Juazeiro. Além de implantar 3.000 (três mil) metros de drenagem de água fluviais e esgoto. No Setor agrícola deu um melhor suporte aos agricultores como curso técnico de Piscicultura nas comunidades de Cacoal, Tacajós, Jundiaí e Flexal, curso de Horticultura nas comunidades de João Novo e Boa Vista do Itá, curso de bijuteria nas comunidades Santa Quitéria, Jundiaí e Catumbi, curso de manejo sustentável de açaizais nativo em Tacajós,cursos de Apicultura nas comunidades de Quinta Nova, Tacajós e Conceição do Itá, cursos de manuseio de novas tecnologias na aplicação de agrotóxico e cultivo de mandioca na Comunidade 21 de abril e etc. Melhorou o sistema de água dos bairros Jurunas, Nova Divinéia, Nova Brasília e Novo Horizonte, tudo isso por conta de um poço artesiano, construído no Bairro Novo Horizonte, construiu outro no Bairro de Santa Lúcia, melhorando dessa forma a vida dos moradores de outros bairros e comunidades.Em todas as demais secretarias como: Saúde, logo que assumiu a Administração em 2005, viajou para o Japão, nessa viagem assinou convênio com o governo japonês o que em seguida o cônsul veio a este Município, para repassar ao Executivo Municipal um valor destinado a Secretaria Municipal de Saúde deste Município. Em parceria com o Município de Benevides, foi implantado neste Município a Farmácia Popular, em convênio com o Ministério da Saúde, objetivando atender a população carente dos Municípios, pois o valor dos medicamentos em relação às farmácias normais é de até 90% (noventa por cento), mais barato, além dos Municípios já citados, atende também outros municípios desta região, mas para ser atendido têm que estar de posse da receita médica, e documentos pessoais, sem essesprocedimentos as pessoas não serão atendidas por medidas de precaução, a referida farmácia foi inaugurada em 13 de setembro de 2007. Foi em sua administração que foi implantado o CEO – Centro de Especialização Odontológico cujo objetivo é priorizar o atendimento as pessoas que não tem condições financeiras para fazer um tratamento dentário commelhor qualidade como: obturações, canais e peças. Investiu também na área de Educação: valorizando o professor em sua área qualificando-o para um melhor desempenho profissional, e em todos os setores da administração pública deixou sua marca como administrador público municipal que foi, para que a posteridade tome conhecimento de seu trabalho à frente do Executivo Municipal.

ADMINISTRAÇÃO MARIÓ KATÓ
Segundo Mandato de 2009 a 2012
Sendo convidado novamente pelo mesmo partido para concorrer à reeleição, mais uma vez foi reeleito para um novo período de quatro anos, ou seja, de 2009 a 2012, tendo desta vez como Vice o senhor Cosmo Zacarias Ribeiro de Lima, mais conhecido porKeko, residente e domiciliado na Vila de Americano neste Município.

Sua posse ocorreu no dia 01 de janeiro de 2009. Às 9h foi celebrada uma Missa em Ação de Graças na Igreja Matriz, que contou com a presença do Prefeito reeleito, do Vice, e os dez vereadores que constituem atualmente o Poder Legislativo no período de 2009 a 2012. A pós o ato Litúrgico, os mesmos se dirigiram para a Câmara Municipal, onde foram empossados e em seguida deram posse ao Prefeito e Vice que prometeram dar continuidade aos trabalhos que já vinha sendo realizando pela Administração anterior no Município.

Principais atividades:

Continuação do asfaltamento da Rua Dr. José Mata Bacelar,perímetro da Travessa Acrísio Aranha até a Rua Manoel de Souza Leal (Rua da Molpasa), asfaltou todo o bairro Nova Brasília, deu continuidade ao asfaltamento da Avenida da República, até a Fabrica RAFREL (antigo Café Sagrada Família), asfaltou a Rua Uxiteua II, asfaltou a Travessa do Uxiteua I até a Fábrica de Sabões e Óleo Santa Izabel (Mejer), deu continuidade nos trabalhos da Praça deSkat ou skêit iniciada em sua primeira Administração, cuja mesma foiinaugurada em janeiro de 2011e encontra-se localizada onde era a Praça Izhar Belo, numa justa homenagem a mulher do Cel. Maravalho Narciso Belo, localizada na Avenida Antônio Lemos com os fundos para a travessa Tibiriçá de Lemos nesta cidade. Em 2010 realizou mais umconcurso público abrindo vaga para Agente de Trânsito, pois o mesmo já foi implantado nesta cidade e está em fase de experiência como também, foi feita uma reforma no Ginásio de Esporte Manoel Silva para oferecer melhores condições a todos os desportistas desta terra, reforma das seguintes artérias: Avenida Antônio Lemos, entre a Rodovia BR-316 e Travessa Manoel de Souza Leal no sentido centro, Rua João Casanova perímetro que vai da Avenida Antônio Lemos a Rua Tenente Ciro Brito e Avenida 7 de Janeiro, perímetro que vai da Rodovia BR-316 a Rua João Coelho esta já concluída ou seja asfaltada. Sem contar com reforma e implantação da rede de esgoto em diversas artérias da cidade, construiu também as Secretarias Municipais de Transportes, Obras Públicas e Agricultura que se encontram localizadasao lado do prédio da Prefeitura.

Faltando menos deum ano para o final de seu segundo mandato esperamos muito mais benefícios que venham contribuir com melhores condições de vida para o povo deste Município de Santa Izabel do Pará.

Com estas informações, estamos finalizando o resumo dos trabalhos realizados neste Município pelos nossos gestores desde sua emancipação até os dias atuais. Como se pode ver, todos eles como administradores deste Município deixaram um pouco de si, dos seus trabalhos e de suas lutas em prol dagrandeza desta terra.


"São, portanto 77 anos de vida, de independência, de união, de sucesso e de conquistas da sociedade izabelense."
Av. Barão do Rio Branco, 1060 - Cep 68790 - 000 Tel. (91) 3744 - 1198 | Logar no Portal | Webmail